DIA CINZA


O Coração sangra, e um riso desmaia na face enquanto a última estrela da noite se despede da solidão o vento sopra baixinho um dia sem luz. Hoje não tem alegria na feira nenhuma poesia dirá pra ser feliz não estou disponível pra sorrir nem tampouco pra chorar. […]