Textos

Não sou contra creches, sou contra os asilos infantis.

show_imageNão sou contra as creches. Sou contra esta mentalidade cafona de fazer delas uma espécie de asilo infantil.
Parece que tem se tornado uma praxe mamãe e papai depositarem seus filhos em creche logo na tenra infância, sendo educada genericamente por outras pessoas que, em que pese estejam lá para cuidar delas, não são os pais e o monopólio da Educação moral vem deles.
Chega a soar como negligência. Como que iremos querer educar as nossas crianças no senso e defesa familiar sendo certo que praticamente desde seu primeiro ano de vida ela é depositada em instituição coletiva e detém de progresso individual?
Daí muitos irão dizer que em virtude da rotina de trabalho dos pais não é possível que algum deles fique para lhe prestar educação integral.
Lamento dizer que isto em minha opinião é balela. Evidente que temos exceções, todavia, se comportam como se fosse a regra.
A verdade é que boa parte dos pais de hoje não sabem ser pais. Se privam daquilo que é o mais bonito e honroso: o Sacrifício!
Muitos se valem desta sistemática laboral para forjar desculpas e se livrar do honroso fardo da prestação de cuidados.
Com isto a lição mais importante que uma criança deve aprender que é a convivência familiar e amor na defesa de sua família deixa de ser aprendida, principalmente até os 7 anos em que a personalidade e caráter é formada e se ela tem contato com terceiros que não são do seio familiar, é de lá que ela vai adquirir informações para esta forja.
Uma vez que a vida inteira ela recebe educação e orientações de terceiros, como irá fazer valer a autoridade paterna e materna na educação?
Como irá dizer que ela não deve se orientar por terceiros nas coisas mais importantes de suas vidas se elas não foram forjadas desde a tenra infância da hierarquia familiar, muito pelo contrário, foi transferida a outros?
Como diz o ditado: quem não dá assistência, abre para a concorrência.
Papai e mamãe não são “amiguinhos” e se não souber trabalhar isto na criança elas não irão saber dissociar e introjetará a indiferença no comportamento inconscientemente.
Lembrem-se de que no futuro, se tudo der “certo” iremos ficar velhos, caquéticos, doentes e com limitações. Em outras palavras: iremos encher o saco.
Daí seu filho(a) já adulto poderá correr o risco de fazer a mesma coisa que você fez com ele na infância: o (a) depositar num asilo para não ter trabalho e lá, quando a sensação de abandono afetivo vier (e virá) você irá sofrer e se lamentar por ter ensinado ao seu (ua) filho (a) indiretamente que “ser humano é coisa/objeto”.
A primeira noção de amor ao próximo e zelo para com ele se aprende em casa. Deus não errou ao construir à Família desta forma.
Família: primeira propriedade privada do mundo, criada diretamente pelo próprio Deus com regras metafísicas latentes.
A mecânica da natureza faz todo sentido:
Papai e mamãe vivem para os filhos e os filhos se orientam e copiam o papai e a mamãe. Esta é a realidade natural, quer gostem ou não.
Mesmo assim, caso seja contra tudo isto, e se não for para fazer desta forma, se for para transferir educação e responsabilidade para terceiros a esmo, com culpa ou sem culpa, então faça um favor a Humanidade:
Não se casem e não tenham filhos!
Precisamos de pessoas melhores no mundo e não crianças que vivem no “semi-aberto” porque pais e mães não querem arcar com a responsabilidade.
Não reclamem quando não estiverem presentes no momento em que a criança disser a primeira palavra e tampouco quando ela disser “tio ou tia”, mais ainda, quando ela gostar mais da monitora da creche do que de vocês.
Outrossim, não reclamem quando você “voltar a ser criança” na velhice e te jogarem num asilo porque já incomoda e é imprestável.

Categorias:Textos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s