Espiritualidade

NATAL

por Anselm Grun

56158_papel_de_parede_natal_e_ano_novo_presepio_1280x720Bom Deus, hoje festejamos o Natal, a festa de nossa redenção, a festa do nascimento do Teu Filho.

Ele veio  a nós como criança.

As imagens da manjedoura, as imagens de Maria, que segura carinhosamente seu filho recem-nascido ou, ajoelhada diante dele em veneração, me tocam.

Elas mostram o teu terno amor. Este amor não vem com força. Ele é como criança pequena, que eu tomo nos braços e embalo. A criança divina, assim nos diz esta festa, não está somente na manjedoura no estábulo de Belém. Também está em nosso coração.

Permite que eu possa, hoje, crer e também vivenciar que a criança divina esta em mim, que o meu coração está pleno de amor, porque, Tu mesmo, nele nascerá.

Ao nasceres em mim, eu reconheço a minha própria dignidade. Tu tens coragem para nascer no estábulo do meu coração, para lembrar-me, em minha trivialidade e banalidade, que em mim mora um mistério que é maior do que eu mesmo.

Este mistério do teu amor, que é possível ver e sentir na criança na manjedoura, mora em mim e entre nós.

Ela faz com que nos sintamos em casa, em nós e com os outros. Não estamos sós em nossa casa.

Tu mesmo escolhestes a nossa casa como a tua morada.

Permite que vivamos, em nosso coração e em nossa casa, de uma forma nova, como pessoas que foram dignificadas para serem o lugar de tua presença.

Categorias:Espiritualidade, Textos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s