Espiritualidade

DE QUANDO DEUS SE FOI…

23519333_459958567732885_459810488832325834_nE um dia, sem mais nem menos ele me deixou
Sem deixar recado Deus tinha ido embora
No início pensei que tivesse saído para dar uma volta, ido a padaria, sei lá
Mas, não. Havia partido mesmo e partido deixava meu coração
Confesso que relutantemente eu pensava comigo:
Como assim, vai embora? Quem Deus pensa que é?
Ele não tem esse direito; depois de tudo o que vivemos!
Inútil. Não haveria volta e em casa eu estava sozinho…
Mas, acontece que para minha surpresa, o tempo foi dando uma beleza esquisita às coisas
Desde que partiu cada móvel, cada folha, cada brisa ganhou uma nostalgia nova que me enchia de vitalidade
Dava medo, mas teria de aprender a viver só
Estranho… Nunca me senti assim tão livre e responsável – exatamente como ele dizia
Será que foi embora por isso?
Pouco importa…
Nunca sentira tanta saudade.

Giovanni Catenacci

Categorias:Espiritualidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s