Espiritualidade

CHEIOS DE CONFIANÇA E MEDOS

sem_medo2por Anselm Grün

Dentro de nós, muitas coisas parecem existir lado a lado, sem formar uma unidade.

Sempre parecemos ser diferentes. Ora sentimo-nos bem, ora estamos tristes. Muitas vezes, nem sabemos por quê.

Sentimo-nos cheios de gratidão; logo depois, nos assaltam irritação e raiva, sem nenhum aviso prévio.

Esses dois sentimentos, gratidão e raiva, parecem não ter nada a ver um com o outro. Existem lado a lado.

Pensamos que a gratidão nos planificará inteiramente e nos acompanhará o dia todo. Mas, de repente, sem perceber, ficamos dominados pela irritação.

Ou pensamos que, finalmente, conseguimos criar confiança – confiança na vida, confiança em nós mesmos, confiança em Deus. Mas, no momento seguinte, voltamos a ficar cheios de medo.

De repente, temos um medo imenso da doença e da morte ou de não vencer o dia de hoje. Nesse momento, achamos que toda a confiança se foi. Pensamos que nossa confiança era apenas uma ilusão, que nos enganamos.

Não conseguimos sintonizar essas duas experiências de confiança e de medo, de fé e de dúvida, de esperança e de desespero. Estão lado a lado – disparatadamente – e nos assustam.

Esses elementos tão diversos e sem relação mutua nos confrontam com a pergunta:

 

“Quem sou eu, verdadeiramente?

Sou uma pessoa que consegue confiar ou uma pessoa cheia de medo?

Ou sou as duas?

Qual é o cerne que mantém tudo unido?”

Categorias:Espiritualidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s