Espiritualidade

UM MONGE SE MEDO

img_5268.jpg

by Karla Cozzer

Por Anselm Grun

Perguntaram a um monge do deserto por que nunca tinha medo.

Ele respondeu: Porque todo dia penso em minha morte.

Pensar na morte tirou dele o medo da ameaça das pessoas, do aniquilamento por doença ou acidente, do fracasso e da rejeição.

Em última análise, o medo que nos atormenta tanto, hoje em dia, tem sempre algo a ver com a morte.

Temos medo que as pessoas amadas sejam tiradas de nós.

Temos medo de adoecer e de morrer.

Temos medo de fracassar e de não responder às expectativas das pessoas.

Temos medo de sermos envergonhados e rejeitados.

Quando penso na morte, já não é tão importante o que os outros pensam de mim.

Já não me preocupa se faço sucesso ou não.

Diante da morte desvanece a presunção de realizar algo importante.

Categorias:Espiritualidade

Marcado como:,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s